Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

Não há trabalho em Portugal

É o que ouço dizer a todo o momento mas em boa verdade esta não é a realidade.

Senão vejamos:
No tempo dos burros e das carroças havia muito trabalho para os ferradores; correeiros; calceteiros; marceneiros; tecelões e muitas outras profissões algumas já extintas e outras que ainda continuam dando um pequeno lucro porque o consumidor ainda precisa desses profissionais.
Ferradores há muito poucos porque também são muito poucos os que se podem dar ao luxo e ao prazer de ter um ou mais cavalos. Acontece o mesmo quanto aos correeiros.
Quanto aos calceteiros podemos garantir que trabalham por orçamento e que não estão sujeitos ao salário mínimo. Caso estivessem, não teríamos calçadas nem nas praças públicas nem nas vivendas privadas.
Marceneiros são raríssimos e já só servem para fazer restauros (aqui não há salário mínimo). A indústria modernizou-se e as máquinas apenas carecem de um auxiliar não especializado na profissão (aqui entra o salário mínimo).
Tecelões, só os que se dedicam ao artesanato e pouco rendimento conseguem. Até deveriam estar isentos de qualquer tipo de imposto.
Os velhos empregados de farmácia foram-se, uns aposentaram-se e os outros já viraram defuntos.
Foi a educação que virou a profissão. Hoje são os licenciados que desempenham essa função. Isto representa para todos nós uma melhoria na qualidade dos serviços prestados.
Mas antes de irmos à farmácia, normalmente passamos pelo consultório médico. Aqui somos recebidos pela atendente, pessoa normalmente sem qualificação na área da saúde. Quanto ganha? Voltamos ao salário mínimo. Bom… no Brasil e caso o consultório seja de odontologia, também ganha o mínimo (pelo menos assina o recibo como se ganhasse) mas como é comissionada, não se esquece de nos telefonar amiudadas vezes (a nós que não temos convénio com seguradora alguma e pagamos à vista) para relembrar que ainda não fomos fazer o tratamento relativo ao orçamento feito. Se nós dizemos que o preço estava alto e que estamos procurando outros dentistas elas de imediato nos fazem mais um descontinho. É que os médicos empregados também têm um salário baixo e é com as comissões que se safam.
Os antigos guarda-livos passaram a contabilistas e com o tempo hoje são a mesma coisa mas mais enfeitados. Fazem parte da família dos novos senhores doutores, não com o título académico por extenso nem com direito a dr. com D maiúsculo (acordo assinado com os Universitários), porque uma coisa é um Instituto Politécnico e outra coisa é a Universidade. A contabilidade continua a ser a mesma de sempre com o Deve Haver (mesmo que não haja). Mas mesmo assim eu acho bom que as pessoas tenham mais instrução escolar e o intelecto mais alargado. E o mesmo vai acontecendo com muitas outras profissões.
A aposta feita pelos nossos governantes a favor do ensino, criou novas e mais competitivas oportunidades. Nenhum país pode evoluir sem educação de primeira qualidade. Primeiro a educação e depois a saúde. Sem a primeira a segunda não presta.
O tempo das indústrias de transformação já faz parte do passado. Não adianta chorar por esses velhos tempos. Foi preciso sacrificar as gerações mais velhas para dar espaço às mais novas. Estas são o presente e o futuro do país. Cada dia estamos mais na frente e mais competitivos com clientes em todo o mundo. São os novos engenheiros, os novos biólogos, os novos criadores de inventos, desde a medicina à robótica e à informática. Os nossos putos são considerados dos melhores do mundo. Estudam e trabalham lado a lado com os professores. Os laboratórios das faculdades deixaram de ter hora de abrir e de fechar. Tudo isto poderia ter começado mais cedo se no passado recente o governante não tivesse sido sovina e não se ajoelhasse perante os altares. Em alguns países os livros sagrados estão a coartar a liberdade de aprender, de progredir, de viver melhor, de pensar livre.
Portugal está criando novos NAVEGADORES e eu sinto-me orgulhoso deles.
 
 
Para tirar dúvidas entrem nestes endereços do youtube:
 
http://www.youtube.com/watch?v=paNRsVvq-HQ
 
http://www.youtube.com/watch?v=uJl7ksJi9jM
 
http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/499590
 
http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=29281&op=all
 
http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=29306&op=all
 
Isto é uma pequena parte daquilo que nos chega ao conhecimento.
publicado por leituras azedas às 23:56
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Mike_Bananas a 10 de Setembro de 2009 às 00:08
Finalmente alguem q pensa como eu, e que cria algo contrario a moda queque da esquerda caviar e da direita burguesa. Sou de esquerda mas tenho olho aberto e nao sou aoplogista do bota-abaixo que por ai se tornou moda neste meu querido pais.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Algumas páginas do Sermão...

. Padre Jardim Moreira em d...

. Os benefícios do novo Ser...

. O famigerado PL118

. Os piratas somos nós

. Carlos Esperança em entre...

. Até Deus é invocado na ho...

. AUREA - TV Special - 2. N...

. AUREA - TV Special - 3. T...

. Banda Véiétu da cidade de...

.arquivos

. Setembro 2013

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

.favorito

. Será que conseguirei faze...

blogs SAPO

.subscrever feeds